Assim devia ser a viagem?
Quero servir-me deste blog para aprender português e divertir-me enquanto recordo alguns velhos quadrinhos espanhois (algum atual). Seguramente logo de mil anos eu rirei com todos os absurdos gramaticais e erros ortográficos... "Terei um montão de post por corrigir!"
Perdoem os erros gramaticais, qualquer indecisão ortográfica, e assinalem essas faltas se dispusserem de tempo, obrigado!

sábado, 8 de agosto de 2009

Historieta espanhola: 150 anos.

Vinhetas de cristal. A grande impressão da semana está na revista-web Tebeosfera, ao principiar este novo número quatro há artigos interessantes sobre mas um deles (especialmente surpreendente para mim) recordoume uma columna de Sonia M. Bibe Luyten no Universo HQ com o título de [link]--> Portugal: das histórias aos quadradinhos às bandas desenhadas. Encontrei nesa seção Quadrinhos pelo mundo a porta do quarto da prensa satírica portuguesa, um personagem emblemático, autores e o nome de uma revista, Lanterna Mágica, cujo sentido tenho reparado depois dá leitura de Viñetas de cristal. Las historietas de las placas de linterna mágica en el ámbito doméstico (1850-1920) (TEBEOSFERA, Madrid, 31-VII-2009), dos investigadores Francisco Frutos Esteban y Carmen López San Segundo.
"Athanasius Kircher quadrinhista!"
, será que no futuro esta brincadeira vai ser clássica? É sério. O artigo faz parte da tese dos autores, 'uma máquina maravilhosa', sua comercialização,
suas temáticas, sua utilização como meio de comunicação.
E agora a conmemoração inesperada... 150 Anos da Historieta espanhola! [link]--> El bilbaíno Víctor Aparicio Landaluze, pionero del cómic español en cuba (UNIVERSIDAD DE DEUSTO, SAN SEBASTIÁN, VII-2004) .
Um texto teórico do investigador Manuel Barrero no que examina a obra de Víctor Patricio Landaluze na imprensa satírica cubana e o desenvolvimento e as origens da Historieta da época. Eumeraçao de antecedentes nas primeiras historietas e "protohistorietas" segundo diferentes investigações, formas de difusão, originalidade da estructura que conforman imagens e textos na obra.

Título: Historietas sevillanas.
Roteiros e desenhos: Andrés Martínez de León.
Editorial: Viaje a Bizancio Edidiones.
Data de publicação: 2008.

[Álbum 27x19, 64 páginas, preto e branco, capa dura. Introdução do historiador e crítico dos quadradinhos Antonio Martín.]

Um novo milagre da editorial
Viaje a Bizancio, a restauração e publicação do primeiro "comic-libro moderno español" (foi publicado em 1926). Folclore, touros e toureiros, história urbana e social, em resumo, um importante trecho da História da Historieta. Velhas, mais ainda diertidas:
A editora mostra páginas []--> Viaje a Bizancio Ediciones
Andrés Martínez de León []--> Tebeosfera
Martínez de León. Humor gráfico en la Guerra civil y bajo el franquismo. (TEBEOSFERA, SEVILLA, 01-XII-2008) Manuel Barrero.
Mais quadrinhos []--> Nilson, o guerrilheiro do cartum

6 comentários:

s e b a s disse...

Aunque no sé nada de portugués, algo se entiende.
Enhorabuena por tu blog.
saludos

http://laestanteriademicasa.blogspot.com/

Ismael disse...

Puro portunhol, amigo. Gracias.

Bira disse...

Seu portugues é muuuuuuuito bom!
Vou corrigir pouca coisa...

Aqui (servirme) tem hifen:
Quero servir-me deste blog para aprender português e

Aqui divertir-me:
divertirme enquanto recordo alguns velhos quadrinhos espanhois (mais algum atual). Seguramente dentro

De um
dum ou

Aqui é ''se dispuserem''
se dispõem de tempo, obrigado!

Valeu!!!!!!!!!!!

Ismael Fancito. disse...

Obrigado pelo seu tempo e paciência! As correções motivam o estranho extrangeiro deixando-o saciado.

Anônimo disse...

Pode ser que agora quando entrar em vigor o novo acordo ortográfico (aqui no velho continente), seja mais fácil aprender português.
Caso contrário teria que 'corrigir' mais algumas palavras :D
Gostei do link para o artigo sobre BD em Portugal.

Ismael Fancito. disse...

Um grande artigo no Universo HQ (em meu blog 'Onde atopar banda desenhada na internet' há um post e um link sobre acerca dum livro desta mesma pesquisadora).
O blog precisa dum lança-chamas corrector!