Assim devia ser a viagem?
Quero servir-me deste blog para aprender português e divertir-me enquanto recordo alguns velhos quadrinhos espanhois (algum atual). Seguramente logo de mil anos eu rirei com todos os absurdos gramaticais e erros ortográficos... "Terei um montão de post por corrigir!"
Perdoem os erros gramaticais, qualquer indecisão ortográfica, e assinalem essas faltas se dispusserem de tempo, obrigado!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Josep Maria Beà, raridades.

Título: La técnica del cómic.
Editorial: Editorial Intermargen (imagen de la reedición publicada por la editorial IRU).
Data de publicação: 1985
.

[Colecção em fascículos sobre a arte dos quadrinhos com textos e desenhos de Josep Maria Beà e desenho gráfico de Pasqual Ferry. Recopilado por Intermargen e editorial Iru num livro: capa dura, 30x22, 260 páginas, e cor.]

Um álbum coletivo e um livro sobre a arte dos quadrinhos que não é fácil comprar. Ainda que a Glenat espanhola reeditou muitas obras de Josep Maria Beà, li que publicará um livro de memórias deste desenhista, não creio que La técnica del comic volte a ser reeditada.
Eu, que nunca desenhei, não posso vendêlo nem doálo a uma biblioteca pública.





























-
Cria que este episódio era uma patranha... Na revista-web Tebeosfera, entrevista com Josep Maria Beà [link]-->
"Naqueles dias tudo era de uma tenebrosa cor cinza à excepção das capas dos gibis, graças a eles me livrei de cair na tolice mais absoluta. Amava tanto os quadradinhos, que aos oito aninhos, lambia as capas dos mesmos até deixar o papel bramco, encantavamme o gosto e o aroma da tinta de tipografia dos cadernos recém-impressos. Numa ocasião, e por este motivo, tive que ser ingressado de urgência no Hospital Clínico de Barcelona vítima de uma intoxicação aguda que quase acaba comigo. Estava numa habitação com outros meninos muito doentes. A gente, ao passar (antes, muitas pessoas da rua iam aos hospitais a divertirse, como quem vai ao cinema) olhavame como a um fenômeno circense, assinalavamme e comentavam entre si: «Leste é o menino devorador de gibis». Até apareceu um resumo do caso na imprensa. O gosto da capa vermelha do Capitão Marvel de Charles C. Beck era puro morango, ou quiçá divina groselha. ¡Oh!, tão só pensálo deixame com água na boca."
- Mais imagens
- Entrevista Entrecomics

Título: Solidaridad con el Papus.
Data de publicação: 1977
.
Editorial: editado conjuntamente por setenta e três editoras.

[Álbum, capa branda, 30x22, páginas, preto e branco.]

Álbum de autoria coletiva no que participaram desenhistas, ilustradores, cartunistas, críticos e escritores: Los profesionales de la historieta, el humor y la ilustración en SOLIDARIDAD CON EL PAPUS, cujos benefícios por sua venda foram destinados às vítimas do atentado na redação da revista satírica El Papus o vinte de setembro de 1977 no que faleceu Juan Peñalver Sandoval (porteiro do edifício). O único episódio sobre a historieta espanhola que eu vi nos documentários históricos de televisão, junto às imprescindíveis referências aos personagens dos tebeos publicados depois da Guerra civil espanhola, o atentado reivindicado pelo grupo terrorista Tripe A (Aliança Apostólica Anticomunista).
Com capa de Carlos Giménez e Carlo Fabretti, tirinhas de Max e Gallardo, cartums de carater crítico com os políticos da denominada transição democrática e os membros do governo espanhol HQs de Ivá, Montse Clavé, Beà, ilustrações alegóricas e revindicativas de Esteban Maroto e Brocal Remohí, Luis García, Auraleón, textos de Antonio Martín, Víctor Mora, e outros.
- Adolfo Usero realizou uma HQ do instante da explosão da bomba terrorista em números posteriores da revista O Papus que pode ser lida não blog [link]--> Descartes mil.
- A notícia do atentado e a greve de jornalistas [link]--> no jornal ABC
- Ditadura franquista e tebeos no blog do desenhista Pepo Pérez [link]--> Es muy de cómic

Nenhum comentário: